Superliga: Rio do Sul/Equibrasil vence o Camponesa/Minas em casa

O torcedor de Rio do Sul ganhou um verdadeiro presente no retorno da equipe ao Artenir Werner.

Superliga: Rio do Sul/Equibrasil vence o Camponesa/Minas em casa

Rio do Sul/Equibrasil vence o Camponesa/Minas em casa (Fotos: Divulgação / Rio do Sul)

Em noite de reencontro com o torcedor, Rio do Sul/Equibrasil mostrou que está disposto a brigar desde o início para estar nos playoffs da Superliga Feminina. A equipe venceu Camponesa/Minas (MG), por 3 sets 1 (21/25, 25/21, 29/27 e 28/26) e teve como destaque a jogadora Ju Nogueira, que recebeu o troféu Viva Vôlei.

O início de jogo foi muito promissor para Rio do Sul/Equibrasil.

Concentrado no passe e pelas jogadas na ponta com Ju Nogueira, o time começou o jogo incendiando o ginásio Artenir Werner. Só que o embalo foi pouco para segurar a equipe do Camponesa/Minas que veio com a forte Carla. Já a segunda parcial começou da mesma forma, só que Rio do Sul/Equibrasil conseguiu segurar a pressão. Camila Paracatu foi um dos destaques com belos saques e ataques certeiros junto com a argentina Mimi Sosa.

Mais concentrado, Rio do Sul foi ao terceiro set determinado a buscar a virada. E a disputa foi acirrada do início ao fim, com boa atuação da ponta Ju Nogueira e da oposta Duda. Pelo lado mineiro, Carol Gattaz manteve o bom trabalho do ataque, mas não conseguindo segurar as investidas de contra-ataque do time catarinense. E no quarto set, prevaleceu a frieza das donas da casa, que abriram boa vantagem no placar pelas lindas jogadas da levantadora Luciana com a central Mimi Sosa.

Para Spencer Lee, técnico do time Rio do Sul/Equibrasil, a vitória foi fruto de um bom jogo e boa regularidade do time. “Tivemos  um ótimo jogo. Acertamos nosso jogo e tivemos mais pontos de definição, o que é excelente pois é justamente o que aconteceu na partida passada e nós cobramos isso. As meninas venceram por mérito e temos novos desafios pela frente.

A ponta Ju Nogueira, a melhor do jogo, apontou a grande regularidade da equipe para a vitória ter sido confirmada. “Fiquei muito feliz pelo nosso desempenho e tivemos um bom avanço do primeiro jogo. É preciso treinar mais, pois não podemos nos iludir que a Superliga será fácil”, apontou a jogadora.

O próximo jogo do time Rio do Sul/Equibrasil é na terça-feira também em casa, no ginásio Artenir Werner, contra o Sesi-SP. A partida começa às 20h15 e os ingressos já estão à venda de forma antecipada por R$ 15. Na hora da partida, a entrada custa R$ 20.

Locais de venda de ingressos

- Vida Ativa

- Nikel Sports

- Lourival Esportes

- Raissa Sorvetes

- Fundação Municipal de Desportos

- Açougue Scoz

Clóvis Eduardo Cuco/Assessoria de Comunicação 

Outras Notícias

PUBLICIDADE