Produção agropecuária chega a R$ 516,4 bilhões em 2016

Previsão do governo é respaldada pelo desempenho do setor em julho. Banana e batata representam maiores ganhos.

Produção agropecuária chega a R$ 516,4 bilhões em 2016

Giovana Sanchez/Abr

A previsão para o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) para este ano é de R$ 516,4 bilhões. Os números levam em conta o faturamento dos principais produtos da agropecuária no mês de julho. Do total, as lavouras representam R$ 338 bilhões e a pecuária, 178,4 bilhões. Os dados foram divulgados, nesta quinta-feira (11), pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Produtos

Entre os produtos que tiveram melhora no desempenho do faturamento estão a banana (33,4%), batata-inglesa (26,1%), cacau (13,3 %), café (13,4%), feijão (11,2%), trigo (29,6%), maçã (11,9 %) e soja (3%).

“Esses resultados se devem, em alguns casos, ao aumento de preço, por conta da queda de produção e, em outros, ao crescimento da quantidade produzida”, diz o coordenador-geral de Estudos e Análises da SPA, José Gasques.

O crescimento do VBP da soja ocorreu em razão da alta de 3,9% no preço, mesmo com uma diminuição de 0,9% na produção deste ano. “Já no café, há uma combinação de expectativas de melhor safra e de preços mais elevados para o arábica e o conilon. Isto também pode ser observado no trigo”, avalia Gasques.

Apesar da alta de vários produtos, o VBP total teve uma redução de 2,3% em relação ao ano passado. O principal motivo foi a queda no rendimento das lavouras devido a problemas climáticos (chuva, seca e altas temperaturas).

Queda de preços

No grupo de produtos que apresentam valores menores em relação a 2015 estão tomate (-47,2%), fumo (-27,5%), uva (-19,4 %), arroz (-17,3%), mandioca (-15,6%), laranja (-12,7%), carne suína (-13%) e leite (-10,7%).

Índice por localidade

Por região, o maior VBP continua sendo do Sul (R$ 151 bilhões), seguido do Centro-Oeste (R$ 143,2 bilhões), Sudeste (R$ 138,8 bilhões), Nordeste (R$ 45,5 bilhões) e Norte (R$ 29,8 bilhões).

Entre os Estados, Mato Grosso lidera com R$ 72,4 bilhões. Depois vem São Paulo (R$ 70,6 bi), Paraná (R$ 66,3 bi), Minas Gerais (R$ 57,6 bi) e Rio Grande do Sul (R$ 56,4 bi). Juntos, eles respondem 62,6% do valor bruto da produção agropecuária do País.

Portal Brasil

Outras Notícias

PUBLICIDADE