"Os Dez Mandamentos" bate recorde do cinema nacional

Foto: Munir Chatack / Record TV

O que parecia impossível aconteceu. Em época em que praticamente só as comédias populares fazem grande sucesso no cinema brasileiro, um drama de temática religiosa alcançou a marca de 11,2 milhões de ingressos vendidos e se tornou a produção nacional que mais comercializou entradas nas salas de cinema. Versão cinematográfica da novela da Record Os Dez Mandamentos, o filme homônimo bateu, no fim de semana, o recorde de Tropa de Elite 2 (2010), que por sua vez havia desbancado o histórico Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976) do topo do ranking.

Vale lembrar que a contagem de ingressos vendidos nas bilheterias começou apenas em 1970, com a fundação da Embrafilme, o que exclui dessa listagem fenômenos populares como O Ébrio (1946), com Vicente Celestino, e os principais filmes de Amácio Mazaroppi. Contudo, estima-se que nenhum deles tenha sido visto nos cinemas por mais de 8 milhões de pessoas.

Com enorme injeção de recursos na distribuição, Os Dez Mandamentos contou com campanha junto aos seguidores da Igreja Universal do Reino de Deus, de Edir Macedo, proprietário da Record. Reportagens em jornais de São Paulo verificaram que, em salas que tiveram venda esgotada, a maior parte das poltronas permaneceu vazia – o Cinemark confirmou a comercialização de lotes com centenas de bilhetes para sessões que, no entanto, tiveram baixa presença de público. Na contagem da distribuidora Paris Filmes e do portal Filme B, referência nacional do mercado cinematográfico, o que vale é o número de ingressos vendidos, e não a frequência real das salas.

Com direção de Alexandre Avancini, que fez carreira à frente de novelas da TV Globo,Os Dez Mandamentos teve uma versão diferente preparada para exibição durante a Páscoa e contou com reforço de marketing após a estreia da segunda temporada da novela, que está sendo exibida simultaneamente na Record.

A lista dos filmes nacionais campeões de bilheteria é formada por longas dos anos 1970, produções estreladas pelo grupo humorístico Os Trapalhões e alguns títulos da chamada fase de retomada (volta da produção pós-fim da Embrafilme, que se deu no início da década de 1990).

Confira o ranking das 10 maiores bilheterias do cinema nacional*

1. Os Dez Mandamentos (2015) – 11,2 milhões de ingressos vendidos
2. Tropa de Elite 2 (2010) – 11,1 milhões
3. Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976) – 10,7 milhões
4. A Dama do Lotação (1978) – 6,5 milhões
5. Se Eu Fosse Você 2 (2009) – 6,1 milhões
6. O Trapalhão nas Minas do Rei Salomão (1977) – 5,7 milhões
7. Lúcio Flávio, o Passageiro da Agonia (1976) – 5,4 milhões
8. 2 Filhos de Francisco (2005) – 5,3 milhões
9. Os Saltimbancos Trapalhões (1981) – 5,2 milhões
10. Os Trapalhões na Guerra dos Planetas (1981) – 5 milhões

* Fontes: Ancine e Filme B. Só estão computados filmes lançados após o ano de 1970, quando a Embrafilme começou a fazer a contagem de ingressos vendidos no país.

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE