Observatório Nacional dá dicas sobre os eventos celestes de 2016

Dados como horário de nascer e ocaso do Sol, Lua e planetas e outros dados astronômicos estão no Anuário do Observatório Nacional 2016

Observatório Nacional dá dicas sobre os eventos celestes de 2016

MCTI

O mês de janeiro será farto para os apaixonados por astronomia, e o Observatório Nacional tem uma série de dicas para aqueles que querem acompanhar as movimentações celestes. Para saber os próximos fenômenos visíveis neste ano, o horário de nascer e ocaso do Sol, Lua e planetas e outros dados astronômicos, é só verificar o Anuário do Observatório Nacional 2016, na internet.

Antes do amanhecer desta sexta-feira (8), por exemplo, quem olhou para o céu, a leste, viu a lua alinhada com os planetas brilhantes Vênus e Saturno, bem próximos no céu. Para completar a configuração, está totalmente no céu, também a leste, a constelação de Escorpião, cujo desenho é completamente visível a olho nu, mesmo nas grandes cidades.

Segundo o Observatório Nacional (ON/MCTI), em torno das 5h30 (horário de Brasília), essa configuração era fácil de ser encontrada. "Bastava olhar na direção na qual o Sol nasce", explica a pesquisadora Josina Nascimento, acrescentando que na madrugada de sábado (9), às 2 horas, Vênus e Saturno chegarão à proximidade máxima. Ou seja, ainda há chance para ver esse fenômeno.

Céu de janeiro

Ainda durante o mês de janeiro, quatro planetas são visíveis a olho nu no céu: Júpiter, que está nascendo após as 21 horas; Marte, que nasce em torno de meia-noite; Vênus e Saturno, nascendo em torno das 3 da manhã.

Portal Brasil

Outras Notícias

PUBLICIDADE