Segunda fase da Olimpíada de Matemática terá quase 1 milhão de estudantes

Das 47.474 escolas públicas que participaram da competição, 90% têm estudantes selecionados para a segunda fase.

Segunda fase da Olimpíada de Matemática terá quase 1 milhão de estudantes

Wilson Dias/ Agência Brasil

Saiu, nesta quarta-feira (10), o resultado da primeira fase da 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Dos 17,8 milhões de inscritos, mais de 913 mil alunos se classificaram para a próxima etapa da competição.

As provas que vão determinar os vencedores serão aplicadas em todo o Brasil no dia 10 de setembro. Das 47.474 escolas envolvidas na Obmep, 90% contam com estudantes classificados para a segunda fase da competição.

Para a coordenadora da Olimpíada, Mônica Souza, a participação das escolas é importante para despertar o interesse dos jovens pela matemática. "Nós percebemos que quanto mais os alunos têm contato com a prova, mais eles têm motivação a gostar de matemática", disse.

Em 2016, a Obmep bateu um recorde de municípios. Foram 5.544 cidades com pelo menos uma escola inscrita, o que representa 99% dos municípios do País.

Para conferir os resultados, os estudantes devem acessar a página da Obmep e selecionar o município e a escola que frequentam. Os classificados precisam se apresentar no local onde farão a prova com um documento de identificação e o cartão informativo da Obmep, que pode ser impresso pela internet.

O exame da segunda etapa terá seis questões dissertativas que vão exigir que os estudantes descrevam o raciocínio matemático usado para revolver os problemas. O resultado final deve ser divulgado em 30 de novembro. Serão 6.500 alunos premiados com medalhas (500 de ouro, 1.500 de prata e 4.500 de bronze), além de 46.200 menções honrosas.

Sobre a Obmep

Criada em 2005, a Obmep é a maior olimpíada estudantil do País e tem o objetivo de estimular o ensino da matemática e revelar talentos. Podem participar estudantes das escolas públicas brasileiras a partir do 6º ano do Ensino Fundamental.

Realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), organização social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), é promovida com recursos do MCTIC e do Ministério da Educação (MEC) e tem apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM).

Portal Brasil

Outras Notícias

PUBLICIDADE