CBF dá aval à Copa Sul-Minas-Rio, mas faz exigências legais

Competição terá de respeitar intervalos entre jogos, além de prazos de férias e pré-temporada.

CBF dá aval à Copa Sul-Minas-Rio, mas faz exigências legais

Presidentes de federações se reuniram em assembleia geral na CBF (Foto: CBF TV / Divulgação)

A Copa Sul-Minas-Rio, competição organizada para 2016, ganhou nesta terça-feira o aval da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Em assembleia geral, as federações estaduais aprovaram por unanimidade a disputa, com ressalvas, pois pedem a adequação à legislação esportiva.

Em nota, a CBF explica que "não se opõe" à competição, mas entende que é necessário respeitar 30 dias de férias dos atletas, 30 dias de pré-temporada para clubes e intervalo mínimo entre partidas do mesmo time.

— Tem que acontecer como na Copa Verde e na Copa do Nordeste. Se existe alguma disposição, tem que ter todos os entes envolvidos. Tem que respeitar a disciplina do futebol, os estatutos, ordenamento jurídico, direito dos atletas e calendário nacional — afirma o secretário-geral Walter Feldman.

O secretário-geral garante que houve uma reação às declarações do CEO da Sul-Minas-Rio, Alexandre Kalil, de que a relação com a CBF estaria cortada e que "daria um jeito na lei" para que o torneio saísse de qualquer forma. Há uma movimentação nos bastidores para facilitar o entendimento entre as partes.

Delfim articula reunião entre os clubes e a CBF

O presidente licenciado da Federação Catarinense de Futebol, Delfim Pádua Peixoto Filho, articulou uma reunião apenas entre mandatários dos clubes da Liga e a alta cúpula da CBF. Segundo ele, não há data, mas é para logo.

— É lógico que ninguém pensou em fazer a competição fora da lei. Então, fiz o meio de campo para uma reunião dos clubes com a presidência da CBF. E eles vão se acertar definitivamente. Tem que fazer algum ajuste na tabela, mas vai sair — garante Delfim, que explica que os ajustes seriam referentes a datas de jogos.

Algumas federações contestaram o critério para a escolha dos clubes, mas não deve haver mudança quanto a isso, avisa Delfim:

— O critério foi o ranking da própria CBF, então ela não pode achar ruim.

Vaga de SC aguarda confirmação

Além de algumas datas de jogos que devem ser alteradas em função do calendário do começo do ano que vem, há outra questão pendente para a primeira edição da Copa Sul-Minas-Rio. Ainda falta oficializar a terceira vaga catarinense. Por enquanto, apenas Avaí e Figueirense estão garantidos. Na tabela divulgada na segunda-feira (confira abaixo), além da dupla da Capital está o Criciúma. No entanto, de forma provisória, pois ao fim da temporada a Chapecoense deve ser confirmada no lugar do Tigre.

A confusão momentânea se dá pela proximidade atual dos dois clubes no ranking da CBF. E é a situação de agora que foi levada em conta na hora de montar a tabela. Só que é a posição atualizada deles ao final da temporada que definirá a vaga. E a projeção de permanência do Verdão na Série A e do Tigre na B favorece o time do Oeste.

– Quem vai hoje é o Criciúma, pelo ranking. Era a Chapecoense, mas foi-se analisar agora o ranking, e o Criciúma está 10 pontos, algo assim, à frente da Chapecoense. Se até o final do campeonato a Chape ultrapassar, vai para a competição – explica o presidente da FCF, Delfim Pádua Peixoto Filho.

Torneio será disputado entre janeiro e março

Conforme a tabela provisória divulgada nesta semana, e que passará por ajustes de datas em breve, a Copa Sul-Minas-Rio começará em 27 de janeiro. Os 12 clubes estão divididos em três grupos, cada um com um dos clubes catarinenses.

A primeira fase, em turno único, classificará quatro clubes para as semifinais, marcadas entre 23 e 24 de março, em um jogo. A final está marcada para 30 de março, também em partida única.

A primeira rodada:

27/1
Criciúma x Cruzeiro
Atlético-MG x Flamengo
Fluminense x Atlético-PR

28/1
América-MG x Figueirense
Avaí x Grêmio
Inter x Coritiba

As chaves:
Grupo do Avaí: Coritiba, Grêmio e Internacional
Grupo do Figueirense: América-MG, Atlético-MG e Flamengo
Grupo do Criciúma*: Atlético-PR, Cruzeiro e Fluminense
*Tem vaga provisória, mas deve ser substituído pela Chapecoense

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE