Com show de Douglas Costa, Brasil goleia o Peru por 3 a 0

Com show de Douglas Costa, Brasil goleia o Peru por 3 a 0

Foto: André Mourão / Mowa Press

No último jogo da Seleção na temporada, a vitória tranquila sobre o Peru traz alívio para o técnico Dunga. Na Fonte Nova lotada, o Brasil contou com excelente atuação de Douglas Costa para fazer 3 a 0 e terminar 2015 na terceira posição das Eliminatórias da Copa do Mundo, dois pontos atrás do Uruguai. Os charrúas, inclusive, serão os primeiros adversários do ano que vem, em março, provavelmente na Arena Pernambuco.

Dunga mandou a campo um time com cara corintiana, com três jogadores do líder do Brasileirão, Gil, Elias e, a surpresa, Renato Augusto no lugar de Lucas Lima. O folheto distribuído pela CBF aos jornalistas, com os 11 titulares, indicava a formação 4-1-4-1, a mesma usada por Tite. O objetivo foi claro: como alega não ter tempo para treinar, o técnico da Seleção apostou na base do melhor time do país. A outra alteração foi escalar Neymar como atacante e Douglas Costa aberto pela esquerda.

Nos minutos iniciais, porém, não deu certo, e só o Peru assustou. Aos três, aliás, Guerrero só não marcou o gol porque Alisson fez uma defesa difícil, em um chute de pé esquerdo, de dentro da área. O primeiro lance ofensivo brasileiro foi de Willian, pela direita, em um cruzamento nas mãos do goleiro Penny. Um indício do caminho para chegar ao gol. Aos 22, a repetição do lance: Willian entorta o lateral-esquerdo Yotún e bate cruzado, onde Douglas Costa completou de dentro da área pequena, 1 a 0.

O gol não animou o Brasil, que seguiu tendo dificuldades para criar oportunidades, principalmente devido à má atuação de Neymar. Só Douglas Costa e Willian mostravam inspiração. O gaúcho, aliás, foi o autor da outra chance clara antes do intervalo, ao cobrar uma falta da direita em direção à área. A curva, porém, levou a bola a encontrar a trave peruana.

No segundo tempo, o Brasil impunha seu jogo quando levou um susto. Aos oito minutos, Neymar cobrou falta para a área, mas a bola voou sem encontrar qualquer cabeça. Miranda tentou evitar a saída pela lateral e errou o passe, entregando um contra-ataque de três peruanos contra dois brasileiros. O cruzamento foi forte mas mesmo assim Guerrero deu uma bicicleta e Alisson salvou.

No lance seguinte, Willian trouxe da esquerda para o meio, chutou e Penny espalmou. A inversão dos ponteiros deu resultado efetivo aos 12. Douglas Costa, pela direita, enfileirou adversários e deu um presente para Renato Augusto deslocar o goleiro, com categoria e ampliar o placar.

A partir daí, o Brasil melhorou. Tranquilo, administrou a partida sem sustos. Só não aumentou o placar logo em seguida porque Neymar teve um golaço anulado por impedimento em lance, no mínimo, duvidoso. Mas, aos 32, Douglas Costa fez mais uma jogada pela direita, chutou cruzado e Penny espalmou para exatamente onde chegava Filipe Luís, que só empurrou para o gol vazio.No final, Dunga mandou a campo Fernandinho, Oscar e Lucas Lima, que só ajudaram o time a trocar passes aguardando o apito final da temporada. No último lance, na única vez que Alisson foi vencido, Gil apareceu para salvar o chute de Farfán em cima da linha.

No final, Dunga mandou a campo Fernandinho, Oscar e Lucas Lima, que só ajudaram o time a trocar passes aguardando o apito final da temporada. No último lance, na única vez que Alisson foi vencido, Gil apareceu para salvar o chute de Farfán em cima da linha.

Agora, o técnico ganha fôlego e moral para encarar o Uruguai, que terá Suárez. Em busca da vice-liderança.

*ZHEsportes

Diário Catarinense

Outras Notícias

PUBLICIDADE