Contratado pelo Flamengo por dois anos, Muricy acha que fez escolha "muito correta"

Contratado pelo Flamengo por dois anos, Muricy acha que fez escolha

Foto: Divulgação Flamengo / Divulgação Flamengo

Muricy Ramalho, enfim, foi apresentado como novo técnico do Flamengo. Na noite desta terça-feira, o treinador esteve ao lado do presidente Eduardo Bandeira de Mello, do vice de futebol Flávio Godinho e do diretor executivo Rodrigo Caetano, na sede do clube, na Gávea, e conversou com os jornalistas. Apresentando um bom humor após oito meses longe dos gramados, ele falou dos objetivos que tem para alcançar no clube no contrato de dois anos já assinado. E relembrou o histórico de vencer por onde passa.

— Agradeço ao Flamengo pelo convite. Fiquei muito honrado pela transparência e organização. Desafio muito grande, mas ganhar no Flamengo deve ser uma coisa muito legal. Estou à disposição e com certeza vou colaborar com a diretoria. E vamos melhorar a parte de estrutura. Estou muito seguro. Na minha carreira escolhi muito bem os lugares que trabalhei. Acho que fiz uma escolha muito correta. Contrato de dois anos que se pode estender. Você pode ver meu contrato e termino todos. Sou um cara que conquista. Devo ficar os dois anos e até mais — afirmou.

Ninho do Urubu
—  Estive agora à tarde no CT, porque acho importante aproveitar esses dias. Claro que falta muita coisa, mas tem um projeto inicial para janeiro que vai já estar melhor. E daqui um ano uma coisa definitiva. Não tem como no futebol depender da sorte. Tem que ver os números, quem está na frente e porque está na frente. É muito claro. Esse é o caminho. E aqui no Flamengo isso vai acontecer. Tenho um pouco de experiência e acredito na ideia do Flamengo.

Base
—  Vamos unificar todas as categorias, um modelo e ideia de jogo para todas as categorias. Um trabalho que não será tão rápido, mas importante para o jogador do Flamengo, quando chegar ao profissional, ser mais rápido. Junto com esses projetos, vamos tentar também dar resultado.

Maior desafio do ano
—  Tudo é importante. Planejamento, projeto, que é uma palavra um pouco desgastada já, ideias, mas se você não tiver o resultado, não dá para caminhar apenas com isso. Um grande clube como é o Flamengo, uma potência, não dá para esperar muito sem resultado.

Tempo parado
—  Única coisa que posso garantir que estou invicto, oito meses sem perder (risos). Estou que nem vocês, invicto (risos). Estou feliz, recuperado, é muito bom ficar sem trabalhar. Nós treinadores não temos férias. Futebol é uma coisa incrível. Estou renovado, com força, vontade, mas invicto.

Jogadores burocráticos
—  Não dá para existir esse tipo de jogador. Não é nada demais. Será cobrado e assim que tem que ser. Não sou pai de ninguém, babá desse cara...

Kaká no Flamengo?
—  Kaká é um fora de série. Trabalhei com ele no São Paulo, fez a diferença. É um grande jogador, exemplo positivo. Mas sinceramente não falamos no nome dele. Não foi um nome falado.

Reforços
—  Em número, é difícil falar. Você determina um número e depois aparece uma boa oportunidade no mercado. Mas é claro que tem setores que precisam de mais carinho, meio de campo, com o pensador do time. Um defensor... Mas tem que ser tudo no nível A. Se não, não adianta trazer. Tem que ter nível.

Estilo
—  Acho que não é cartilha, algo autoritário. Mas certeza que é o básico de um grande time que quer conquistar. Você recebe para estar aqui trabalhando. Tem que ser disciplinado, se comportar bem, dar resultado... Essa palavra é super importante. É muito legal. Traçar objetivos. Sou um cara normal que cobra o que tem que ser cobrado.

Sheik e Samir
— Trabalhamos juntos no Fluminense, fomos campeões. Há pouco tempo foi morar no prédio que eu morava, foi incrível fazendo barulho (risos). Mas é um cara que gosto de trabalhar, é vencedor, tem personalidade, não pipoca, é parceiro, dá a vida. Estou super feliz. É fundamental no Flamengo esse cara. Já o Samir é um jogador interessante, mas parece que há negociação. Estou vendo contratos hoje ainda.

*LANCEPRESS

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE