Justiça busca bloqueio de jatinho e iate de Neymar

Justiça busca bloqueio de jatinho e iate de Neymar

O jatinho de Neymar em uma viagem a Porto Alegre (Foto: Twitter / Reprodução)

Após decretar o bloqueio de quase R$ 193 milhões de Neymar, de sua família e de empresas ligadas ao jogador, a Justiça brasileira está de olho em outros bens do craque do Barcelona. Segundo informações do UOL, as autoridades querem congelar propriedades como seu jatinho e iate, além de imóveis. Só o avião do atleta está avaliado em R$ 12 milhões.

Cartórios de registros de imóveis de Santos, Guarujá, Praia Grande, São Vicente, São Paulo e Itapema-SC, onde a família do atleta tem imóveis, receberam ofícios para o bloqueio dos bens. Os comunicados também foram enviados para a Capitania dos Portos paulista, onde está o iate, e a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), onde está registrado o jatinho do camisa 11 do Barcelona.

Além dos bens, também foi determinado o congelamento das contas bancárias ligadas a Neymar. A medida faz parte da decisão que determinou o bloqueio da sua fortuna, que saiu na semana passada. A Procuradoria da Fazenda Nacional acusa o jogador de sonegar R$ 63,6 milhões em impostos entre 2011 e 2013. Agora, o débito do atacante estaria em R$ 192 milhões, por conta de uma multa de 150% sobre o valor total devido para a Receita. Essa pena é aplicada quando há suspeita de existência de dolo, fraude e simulação para tentar enganar o Fisco.

Segundo os procuradores, Neymar omitiu rendimentos de fontes do exterior com publicidade e de vínculo empregatício pagos pelo Barcelona. O dinheiro teria sido recebido pelas empresas N&N Consultoria Esportiva e Empresarial e Neymar Sports, que pertencem à família do jogador, a título de direito de imagem. A defesa de Neymar nega qualquer tipo de irregularidade nas operações. Ela diz que tudo está dentro das normas fiscais brasileiras.

*LANCEPRESS

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE