Ronaldo pede mudança em "sistema corrupto" da CBF e fala em se candidatar

Ronaldo pede mudança em

Thibaut Camus/AP Photo

Ronaldo admitiu nesta quinta-feira (10) que cogita ser presidente da CBF no futuro. Em entrevista ao Sportv, o ex-jogador fez duras críticas ao sistema político que rege a confederação atualmente - os últimos três presidentes são investigados por corrupção pelo FBI.

"Eu inclusive poderia pensar em me candidatar, mas fato não são os nomes. A gente tem que desmontar o sistema corrupto existente. Esse sistema não permite a entrada de qualquer pessoa, é sempre uma indicação do conselho da CBF. O que era necessário e urgente era desmontar esse sistema e montar um outro sistema onde a corrupção estaria longe, e que as pessoas honestas poderiam entrar. Mas não é o caso no momento, e a gente vai aguardar", disse.

Atualmente, para tentar uma vaga na CBF, é preciso que uma chapa tenha a assinatura de oito federações estaduais e cinco clubes da Série A, algo que dificulta bastante para pessoas que não estão envolvidas diretamente com o dia a dia da entidade.

Durante a entrevista, Ronaldo fez questão de se distanciar sua imagem da cúpula da CBF. O jogador defendeu a seleção entre 1994 e 2006 e posteriormente foi dirigente do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo, evento que está entre os investigados pelo FBI.

"Veja bem, meu nome é ligado ao futebol, diretamente. Eu servi a CBF como jogador por muitos anos, mas não por causa da CBF. A seleção é meu país, é orgulho de servir meu país. Inclusive financeiramente, não é algo rentável, a gente acaba se machucando, perde período no time, mas nunca vou me arrepender. Com relação a Copa do Mundo, minha associação foi diretamente pensando no meu país. Prova disso que eu abri mão de remuneração durante o tempo que estive no COL. Outros que tiveram 5% do empenho que eu tive, tiveram integralmente seus benefícios embolsados", alfinetou.

Rixa com Romário?

Outra parte que chamou atenção foi quando Ronaldo apontou quem é o melhor atacante que viu jogar. Prontamente o ex-camisa 9 apontou Zico, que era meia-atacante. Alertado pelo repórter, ele citou o senador Romário, com quem chegou a trocar farpas recentemente.

"Romário foi um centroavante genial dentro da área. O Baixinho era espetacular. Hoje tá fazendo um trabalho espetacular no Senado, no combate a todo esse esquema de corrupção. A gente está bem representado", elogiou.

UOL

Outras Notícias

PUBLICIDADE