Seleção Brasileira vence Colômbia por 1 a 0 em amistoso para homenagear a Chapecoense

Partida foi marcada por episódios de emoção e solidariedade no Rio.

Seleção Brasileira vence Colômbia por 1 a 0 em amistoso para homenagear a Chapecoense

Diego Souza, Diego e Dudu comemoram o gol brasileiro (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

A quatro dias da data que marca os dois meses do acidente aéreo com o time da Chapecoense, o futebol brasileiro viveu um momento especial ontem à noite. Brasil e Colômbia se enfrentaram no Jogo da Amizade, em lembrança às 71 vítimas fatais da queda do voo da LaMia, em uma noite marcada por emoções. Houve homenagens, carinho, solidariedade — e até mesmo futebol. A Seleção venceu o confronto por 1 a 0, gol de Dudu, o que valeu para manter a impressionante sequência de Tite, com 100% de aproveitamento após sete jogos, e também a liderança do próximo ranking da Fifa, a ser divulgado em fevereiro, algo que o Brasil não conseguia desde maio de 2010.

Antes do amistoso, o Engenhão — com apenas 18.695 pessoas, a marca negativa da noite — foi palco de homenagens aos quatro brasileiros que sobreviveram ao acidente em Rionegro. Os jogadores Follmann, Neto e Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel foram saudados pela torcida e receberam placas especiais do jogo. Juan Carlos de la Cuesta, presidente do Atlético Nacional-COL, esteve presente na solenidade.

Depois, até mesmo o jogo ficou em segundo plano: na TV Globo, Galvão Bueno dividiu os microfones com Henzel, que narrou diversos lances, inclusive o gol de Dudu, no início do segundo tempo. Houve também a participação de Alan Ruschel como comentarista e uma entrevista com Follmann, que chegou a cantar na cabine de transmissão — e deu um abraço apertado no veterano narrador. Da sua casa, no Paraná, Dona Ilaídes, mãe do goleiro Danilo, também participou da transmissão.

 

Sobreviventes receberam homenagens no gramado do Engenhão (Foto: Pedro Martins / MoWA Press)

 

No campo, apesar do pouco entrosamento dos dois times, que tiveram apenas jogadores que atuam na América do Sul, o jogo foi interessante. Os colombianos tiveram boas chances com Borja e Uribe, que acertou a trave, no primeiro tempo. Dudu fez o gol brasileiro logo a 1min da etapa final, ao aproveitar o rebote de uma dividida de Diego Souza com o goleiro González. Titular da zaga, Geromel teve grande atuação e certamente se colocou no radar de Tite, enquanto Walace foi mais discreto. Luan, que entrou no segundo tempo, não teve muitas chances de mostrar serviço.

BRASIL 1x0 COLÔMBIA

BRASIL
Weverton; Fágner, Geromel, Rodrigo Caio e Fábio Santos; (Jorge, int) Walace, Willian Arão (Rodriguinho, int), Lucas Lima (Gustavo Scarpa, 23'/2ºT), Dudu (Camilo, 33'/2ºT) e Robinho; (Diego, int) Diego Souza (Luan, 17'/2ºT).
Técnico: Tite

COLÔMBIA
González; Bocanegra, Tesillo, Felipe Aguilar e Díaz; (Balanta, 16'/2ºT) Abel Aguilar (Cuellar, 23'/2ºT), Uribe e Torres; (Montoya, int) Copete (Hernández, 16'/2ºT), Gutierrez (Berrío, int) e Borja (Rangel, 23'/2ºT).
Técnico: José Pekerman

GOL: Dudu (B), a 1'/2ºT
CARTÕES AMARELOS: Geromel, Rodrigo Caio e Lucas Lima (B), A. Aguilar (C)
ARBITRAGEM: Jorge Balino, auxiliado por Lucas Germanotta e Gabriel Chade (trio argentino)
PÚBLICO: 18.695 / RENDA: R$ 1.219.675,00
LOCAL: Estádio Nilton Santos, no Rio

*ZHESPORTES

A Notícia 

Outras Notícias

PUBLICIDADE