"O meu governo não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção", declara Dilma

Em entrevista na Finlândia, presidente rebateu Eduardo Cunha, que criticou o Planalto na segunda-feira.

Dilma Rousseff (Foto: Foto: Jussi Nukari / AFP PHOTO/ LEHTIKUVA)

Em entrevista na Finlândia, nesta terça-feira, a presidente Dilma Rousseff declarou que o seu governo "não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção". A afirmação foi realizada logo depois de a petista salientar que não comentaria as declarações do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, que disse na véspera que o governo está relacionado ao "maior escândalo de corrupção do mundo". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

— Primeiro, não vou comentar as palavras do presidente da Câmara — apontou.

— Segundo, o meu governo não está envolvido em nenhum escândalo de corrupção. Não é o meu governo que está sendo acusado — completou.

Ao lado do presidente da Finlândia, Saudi Niinistö, Dilma também destacou que as pessoas envolvidas no escândalo da Petrobras estão presas.

— Não é a empresa Petrobras que está envolvida no escândalo. São pessoas que praticaram corrupção, e elas estão presas — ponderou.

Além disso, a presidente sublinhou que o governo está retomando a governabilidade.

— É absolutamente garantido que nós vamos ultrapassar essa crise.

Na segunda-feira, em entrevista na Suécia, Dilma descartou o risco de impeachment e assegurou que o Brasil está em busca de estabilidade política.

Diário Catarinense

Outras Notícias

PUBLICIDADE