Após onda gigante, ciclovia desaba no Rio e pelo menos duas pessoas morrem

Após onda gigante, ciclovia desaba no Rio e pelo menos duas pessoas morrem

Foto: Custódio Coimbra / Agência O Globo

Um trecho de mais de 50 metros da ciclovia Tim Maia, construída para a Olimpíada do Rio de Janeiro, desabou na manhã desta quinta-feira em razão da ressaca que atinge a orla da capital fluminense. O acidente deixou pelo menos dois mortos e três feridos. Segundo o jornal O Globo, um dos mortos foi identificado como Eduardo Marinho Albuquerque, de 54 anos. A outra vítima ainda não foi reconhecida.

Três pessoas foram resgatadas do mar e levadas para o hospital. As vítimas não foram identificadas e ainda não há notícias sobre o estado de saúde delas. Os bombeiros confirmam que ainda há um desaparecido e faz buscas com mergulhadores e helicópteros na região.

O acidente ocorreu a cerca de 800 metros da Praia de São Conrado, por volta das 11h10min. A Avenida Niemeyer está interditada nos dois sentidos, e os motoristas estão sendo orientados a seguir pela Autoestrada Lagoa-Barra. Técnicos da prefeitura ainda vão analisar se há risco de outros desabamentos.

A ciclovia foi inaugurada em janeiro, com o custo de R$ 45 milhões, como parte das obras de mobilidade para as Olimpíadas, que serão realizadas em agosto deste ano. O trecho concluído, que vai do vai do Leblon a São Conrado, foi o primeiro da fase do Compelxo Cicloviário Tim Maia, que irá até a Barra da Tijuca.  

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE