Após reunião com Henrique Meireles, governos só devem começar a pagar dívida em 2017

Após reunião com Henrique Meireles, governos só devem começar a pagar dívida em 2017

Presidente em exercício Michel Temer e o ministro Henrique Meirelles (Foto: ANDRESSA ANHOLETE / AFP)

Após algumas horas de reunião com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, Raimundo Colombo (SC) e outros cinco governadores enfim entraram e um acordo com a dívida dos Estados, que superaria R$ 300 bilhões atualmente. Segundo o acerto realizado em Brasília, os Estados só começam a pagar a dívida em janeiro de 2017, com parcelas decrescentes. Na tarde desta segunda-feira, Colombo saiu otimista do encontro com o ministro Meirelles e seguiu com os outros governadores para uma reunião com o presidente em exercício Michel Temer (PMDB).

O governador de Santa Catarina explicou alguns detalhes do acordo firmado com o ministro da Fazenda, em reunião realizada no começo da tarde desta segunda-feira.

— Tivemos uma carência até dezembro deste ano, então começaríamos a pagar a partir de janeiro de 2017, com uma parcela que seria diminuída em 10% a cada dois meses. Além disso, os Estados poderiam parcelar em até 24 vezes as três parcelas que ficaram sem ser pagas por causa da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) - detalhou Colombo. 

Os governadores seguem a maratona de reuniões agora com o presidente em exercício Michel Temer. A dívida de Santa Catarina com a União está em cerca de R$ 9 bilhões, com parcelas mensais de R$ 90 milhões. De acordo com a assessoria da Secretaria da Fazenda, as últimas duas parcelas não pagas pela determinação judicial estão depositadas em uma conta do Governo.   

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE