CPI do BNDES aprova convocação de Eike Batista e de sobrinho de Lula

CPI do BNDES aprova convocação de Eike Batista e de sobrinho de Lula

Foto: WILTON JUNIOR / ESTADÃO CONTEÚDO

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES aprovou a convocação de Taiaguara Rodrigues, proprietário da empresa de engenharia Exergia Brasil, contratada pela Odebrecht para trabalhar na obra de ampliação e modernização da hidrelétrica de Cambambe, em Angola, e de Eike Batista, do Grupo EBX.

A convocação de Taiaguara Rodrigues provocou confusão no plenário e os deputados governistas solicitaram votação nominal para o requerimento que convoca o filho de Jacinto Ribeiro dos Santos, o Lambari, irmão da primeira mulher do ex-presidente Lula. O presidente da CPI, deputado Marcos Rotta (PMDB-AM), não acatou e manteve a convocação do sobrinho de Lula.

A CPI aprovou ainda a convocação de Ivan Ramalho, secretário executivo do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior e presidente do Comitê de Financiamento e Garantia às Exportações e do Conselho de Administração do BNDES; de Wilson Zanatta, fundador da empresa LBR Lácteos, e de Dalton Avancini, ex-diretor-presidente da Camargo Corrêa, empresa investigada na Operação Lava Jato, para que prestem depoimentos na CPI.

Estadão Conteúdo

Outras Notícias

PUBLICIDADE