Desemprego chega a 10,9% e atinge 11 milhões de pessoas no primeiro trimestre de 2016, diz IBGE

Desemprego chega a 10,9% e atinge 11 milhões de pessoas no primeiro trimestre de 2016, diz IBGE

Foto: Maykon Lammerhirt / Agencia RBS

A taxa de desemprego nacional chegou a 10,9% no trimestre encerrado em março deste ano, conforme dados divulgados nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Esse é o maior índice da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua), iniciada em 2012.

No primeiro trimestre de 2015, a taxa de desocupação estava em 7,9%. Já no trimestre encerrado em dezembro passado, havia atingido a marca de 9%. 

Conforme o IBGE, a população desocupada chegou a 11,1 milhões de pessoas. É como se quase toda a população gaúcha – 11,2 milhões, de acordo com o IBGE –estivesse desempregada.

O resultado representa um aumento de 22,2% (2 milhões de pessoas) em relação ao número de pessoas sem trabalho do período imediatamente anterior (outubro a dezembro de 2015). No confronto com igual trimestre do ano passado, houve aumento de 3,2 milhões de pessoas desocupadas.

Por outro lado, os dados do IBGE indicam que, no trimestre encerrado em março, a população ocupada do país estava em 90,6 milhões de pessoas, apresentando uma redução de 1,7%, quando comparada com o trimestre de outubro a dezembro de 2015. Em relação a igual trimestre do ano passado, houve queda de 1,5% na população ocupada, representando menos 1,4 milhão de pessoas.

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE