Dilma é hostilizada durante show da Festa do Peão de Barretos

A presidente Dilma Rousseff (PT) foi hostilizada por parte do público que estava no show de Garth Brooks, o mais aguardado da Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos (a 423 km de São Paulo).

Já na madrugada deste domingo (23), o público começou a entoar o grito "Ei, Dilma, vai tomar no...", que viralizou na internet e nas redes sociais. A presidente não esteve presente no evento.

O show do cantor country norte-americano foi visto por mais de 40 mil pessoas no estádio de rodeios do Parque do Peão, recinto que abriga a festa, que acabou neste domingo depois de dez dias.

Os xingamentos foram iniciados, curiosamente, após a canção "Nossa Senhora" – a apresentação de Brooks contou com participação das duplas brasileiras Chitãozinho & Xororó e Fernando & Sorocaba. Houve gritos semelhantes ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Não é a primeira vez que Dilma é xingada pelo público em grandes eventos. Na abertura da Copa do Mundo, o público fez o mesmo xingamento a ela no Itaquerão.

Duas semanas antes, cerca de 40 mil pessoas vaiaram e xingaram a petista no festival João Rock, em Ribeirão Preto (a 313 km de São Paulo).

A presidente está com popularidade baixíssima – só 8% da população aprova seu governo, segundo pesquisa Datafolha.

Em setembro de 2011, Dilma sancionou lei que deu a Barretos o titulo de "capital nacional do rodeio", o que gerou críticas de ONGs. Um mês antes, um bezerro morreu em uma prova na Festa do Peão. O projeto foi da ex-deputada federal Luciana Costa (PR), hoje vice-prefeita de Barretos.

Folha de S. Paulo 

Outras Notícias

PUBLICIDADE