Fox e Sky chegam a acordo e canais voltam a ser exibidos pela operadora

Fox e Sky chegam a acordo e canais voltam a ser exibidos pela operadora

Série "The Walking Dead" é um dos maiores sucessos do canal Fox (Foto: Frank Ockenfels / AMC)

Após meses de negociação e pressionados pelo desligamento dos canais da Fox Networks Group Latin America, a operadora de TV por assinatura Sky chegou a um acordo com o grupo. A informação foi confirmada na noite de sexta-feira pela Fox através de um comunicado.

"FOX Networks Group Latin America agradece a lealdade e a paixão de seus fãs por seus conteúdos e informa que chegou a um acordo com a Sky Brasil que permite restabelecer a transmissão dos sinais dos nossos canais conforme o plano contratado.

Desta forma, os assinantes retornam a desfrutar de seus programas favoritos e consagrados como "The Walking Dead", "Os Simpsons", "Homeland", "Modern Family", "Mozart in the Jungle", "A História de Deus", "American Crime Story", "Scream Queens", "Bones", "The Americans", os filmes mais premiados, o conteúdo esportivo preferido como a Copa Conmebol Libertadores Bridgestone e as novas séries como "Legion", "24: Legacy", "Genius" e "Origins", entre muitas outras.

FOX Networks Group Latin America agradece a confiança da Sky Brasil que proporcionou chegar a um acordo que beneficie os nossos fãs".

Segundo o blog do colunista Mauricio Stycer, do UOL, os canais do grupo voltaram a ser exibidos para os assinantes da Sky a partir das 14h deste sábado. A sétima temporada de "Walking Dead" volta a ser exibida no domingo.

O principal impasse, também de acordo com Stycer, era a remuneração por assinante que a Fox recebia. Os valores acertados não foram revelados.

A Sky é a segunda maior empresa do ramo no país, com mais de cinco milhões de assinantes. Além do canal Fox, que transmite no Brasil a série The Walking Dead, saíram do ar os canais FX, National Geographic, Nat Geo Wild, Fox Life, Fox Sports e Fox Sports 2, que detém os direitos de transmissão da Copa Libertadores.

No último domingo, às 18h, a Fox "desligou" todos os seus canais como forma de pressionar a Sky e convocou os assinantes a reclamar junto à operadora. Nas redes sociais, o público usou a campanha #QueroFox, lançada pelo próprio conglomerado em seus perfis na internet e intervenções sociais, para protestar e ameaçar cancelar os serviços.

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE