MPF devolve R$ 204 milhões recuperados pela Lava Jato à Petrobras

MPF devolve R$ 204 milhões recuperados pela Lava Jato à Petrobras

Foto: TV Band / Reprodução

O Ministério Público Federal (MPF) devolveu R$ 204.281.741,92 para a Petrobras, nesta sexta-feira (18), em recursos recuperados na Operação Lava Jato por meio de acordos de colaboração e leniência. Foram 21 acordos, 18 de delação premiada e 3 de leniência, fechados com empresas e pessoas físicas, anunciados em coletiva à imprensa.

O lobista Hamylton Pinheiro Padilha Junior foi quem devolveu o maior valor, de R$ 56.436.661,43. O valor estava nas contas da 13ª Vara da Justiça Federal e foi transferido para a Petrobras na quinta-feira (17).

Essa é a terceira e maio devolução de recursos para a estatal pela operação. A soma de todas chega a aproximadamente R$ 500 milhões.

Na entrevista coletiva, o procurador Deltan Dallagnol pediu apoio público para as investigações. “Nós não vamos desistir, o problema é que menos não desistindo nós vamos ser derrotados se a sociedade não estiver ao nosso lado, precisamos do apoio público para fazer algo bom para a própria sociedade para acabar com o desvio do dinheiro público”. afirmou Dallagnol.

Participam da cerimônia Pedro Parente, presidente da Petrobras; Roberto Leonel, auditor da Receita Federal; Paulo Cristina Conti, procuradora-chefe do MPF; o procurador da república Deltan Dallagnol; Gisele Lemke, diretora do foro da Justiça Federal do Paraná e Maurício Grillo, delegado da Polícia Federal.

No início deste mês o ministro Teori Zavaski definiu que todo os R$ 16 milhões devolvidos pelo ex-diretor da Área Internacional da Petrobras, Nestor Cerveó, fosse entregue para a estatal. O valor não aparece na lista divulgada hoje pelo MPF.

Veja os valores devolvidos por cada um dos colaboradores/empresas:

O engenheiro Agosthilde de Mônaco Carvalho – R$ 561.075,76

O empreiteiro Augusto Ribeiro de Mendonça – R$ 3.654.544,12

A empresa Camargo Corrêa – R$ 13.496.160,51

A empresa Carioca Engenharia – R$ 4.514.549,36

A empresa Cid José Campos Barbosa da Silva – R$ 1.361.108,22

O executivo Dalton dos Santos Avancini- R$ 615.214,36

O empreiteiro Eduardo Hermelino Leite – R$ 3.234.115,08

O ex-gerente da Petrobrás Eduardo Vaz Costa Musa – R$ 2.491.709,88

O lobista Hamylton Pinheiro Padilha Junior – R$ 56.436.661,43

Ex-presidente da Setal Brasil José Carlos de Medeiros Ferraz – R$ 1.514.884,92

Delator José Adolfo Pascowitch – R$ 8.061.648,61

O executivo Julio Gerin de Almeida Camargo – R$ 16.125.201,60

O empresário Luis Eduardo Campos Barbosa da Silva – R$ 3.221.368,12

O lobista Mário Frederico de Mendonça Góes – R$ 1.155.570,78

O empresário Milton Pascowitch – R$ 16.125.201,60

O ex-gerente da Petrobras Pedro José Barusco Filho – R$ 41.535.289,50

O empresário Ricardo Ribeiro Pessoa – R$ 5.641.161,51

O operador Roberto Trombeta – R$ 11.974.842,02

O operador Rodrigo Morales – R$ 8.691.786,92

O engenheiro Shinko Nakandakari – R$ 1.061.455,05

A empresa Setal Óleo e Gás (SOG) – R$ 2.555.397,02

*com informações Paraná Portal

Outras Notícias

PUBLICIDADE