Odebrecht pagou US$ 3,39 bi em caixa 2 entre 2006 e 2014, afirma delator

Odebrecht pagou US$ 3,39 bi em caixa 2 entre 2006 e 2014, afirma delator

Foto: J.F.Diorio / ESTADÃO CONTEÚDO

Em depoimento ao ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Herman Benjamin, o ex-executivo da Odebrecht Hilberto Filho afirmou que a empreiteira pagou cerca de U$ 3,39 bilhões em caixa 2 entre 2006 e 2014. Os repasses teriam sido realizados pelo Departamento de Obras Estruturadas da Odebrecht, conhecido como departamento da propina. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

No depoimento — colhido no âmbito da investigação que pode gerar a cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer — o delator detalhou as tratativas realizadas com o marqueteiro de campanha presidencial do PT em 2014, João Santana, e com sua mulher Mônica Moura. Ela estaria entre os cinco maiores recebedores de pagamentos do setor. Segundo Hilberto, apenas em 2014 a Odebrecht pagou US$ 16 milhões para João Santana.

O ex-executivo da empreiteira afirmou ainda que sabia que o pagamento para João Santana era feito em razão de ele estar fazendo a campanha "dela". Questionado na audiência quem era "ela", o ex-executivo respondeu que "com certeza era a presidente Dilma Rousseff", uma vez que todo mundo sabia para quem João Santana estava trabalhando.

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE