Polícia indicia motorista de Cristiano Araújo por duplo homicídio culposo

Se condenado, motorista do músico pode pegar até quatro anos de prisão

Polícia indicia motorista de Cristiano Araújo por duplo homicídio culposo

Foto: Facebook / Reprodução

A Polícia Civil indiciou nesta quinta-feira o motorista Ronaldo Miranda, 40 anos, pelas mortes do cantor Cristiano Araújo e da namorada do músico, Allana Moraes. O casal morreu em um acidente na BR-153, em Goiás, em junho deste ano.

O motorista do cantor deve responder pelo crime de duplo homicídio culposo — quando não há a intenção de matar. De acordo com o delegado responsável pelas investigações do caso, Fabiano Henrique Jacomelis, a troca de rodas da Range Rover em que estavam por outras não originais contribuiu para o acidente. No entanto, apesar de saber dos riscos do acidente, a polícia considerou que Miranda não "acreditava que um acidente poderia ocorrer".

Jacomelis não pediu a prisão de Ronaldo, pois ele respondeu a todos os atos do inquérito policial. Se condenado, o motorista pode pegar de dois a quatro anos de prisão.

Zero Hora

Outras Notícias

PUBLICIDADE