Previdência antecipa 13º salário para 28 milhões de pessoas

Esta é a a décima vez consecutiva que a antecipação do 13º é garantida aos trabalhadores

Previdência antecipa 13º salário para 28 milhões de pessoas

Benefícios de setembro começam a ser pagos com 13º salário (Divulgação/Governo do PR)

Mais de 28 milhões de segurados da Previdência Social receberão o adiantamento do 13º a partir do dia 24 de setembro. A folha de pagamento dos previdenciários do mês de setembro trará a gratificação junto ao pagamento de outros benefícios, e começou a ser rodada na sexta-feira (4).

No total, serão cerca de R$ 16 bilhões em pagamentos. A antecipação acompanhará o calendário mensal, que prossegue até o dia 7 de outubro. Essa é a terceira vez que o adiantamento – estabelecido em 2006 – será depositado com os benefícios de setembro. Também será a décima vez consecutiva que a antecipação do 13º é garantida aos trabalhadores.

O decreto presidencial nº 8.513/2015 que autoriza a antecipação do pagamento da primeira parcela da gratificação natalina – mais conhecida como 13º salário – foi publicado na sexta-feira (4) no Diário Oficial da União (DOU). 

Injeção de recursos

Segundo o Ministério da Previdência Social, a primeira parcela do abono vai representar uma injeção de, aproximadamente, R$ 4,5 bilhões na economia do Estado de São Paulo com o pagamento de 6,5 milhões de benefícios.

No Rio Grande do Sul, os recursos somarão mais de R$ 1,3 bilhão, com o pagamento de 2,3 milhões de benefícios. No total, a Região Sudeste terá R$ 8,2 bilhões.

O Nordeste receberá um total de R$ 3,3 bilhões e serão destinados R$ 2,9 bilhões à região Sul. Os estados da Bahia e Paraná, por exemplo, receberão aproximadamente R$ 900 milhões. No Centro-Oeste, os estados receberão R$ 786 milhões e na região Norte, R$ 603 milhões.

Veja tabela com o total de recursos injetados nas economias estaduais, por unidade da federação, com a antecipação de parcela do 13º a aposentados, pensionistas e segurados da Previdência que estão recebendo auxílio-doença.

Fonte: Portal Brasil, com informações do Ministério da Previdência Social

Outras Notícias

PUBLICIDADE