PRF registra 92 mortes em estradas federais no feriado de 7 de Setembro

PRF registra 92 mortes em estradas federais no feriado de 7 de Setembro

Mais de 129 mil veículos foram fiscalizados pela PRF entre os dias 4 e 7 (Foto: Marcello Casal Jr)

Nos quatro dias da Operação Independência, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), 92 pessoas morreram em acidentes nas estradas federais. Além disso, de acordo com balanço divulgado hoje (4), 69.548 veículos foram flagrados pelos radares fixos e portáteis com velocidade acima da permitida. O alto índice de registros, segundo a corporação, demonstra urgente necessidade de mudança de comportamento por parte dos motoristas.

Os dados mostram que mais de 129 mil veículos foram fiscalizados entre os dias 4 e 7 de setembro. A PRF fez 38.912 testes de etilômetro, popularmente conhecido como bafômetro. No período, 1.056 pessoas foram impedidas de dirigir por estarem sob efeito de álcool e 151 foram presas por embriaguez.

Um dos destaques divulgados foi registrado no município de Altos (PI), onde um motociclista foi abordado por estar sem capacete e no acostamento da contramão de direção. Ao ser submetido ao teste do bafômetro, foi constatado o índice de 1,81 miligrama (mg) de álcool por litro de ar expelido – valor 45 vezes superior ao permitido em lei.

A corporação ressaltou ainda que, dez meses após o aumento da penalidade por ultrapassagens indevidas, 6.777 ocorrências desse tipo foram flagradas durante a operação. Essas manobras em locais proibidos são a principal causa de colisões frontais, tipo de acidente que, segundo a PRF, apresenta baixa incidência, mas altíssima letalidade.

Além disso, durante o feriado prolongado, 384 motociclistas foram flagrados sem capacete, 336 crianças, sem a cadeirinha e 2.609 motoristas e passageiros, sem o cinto de segurança.

Em meio aos acidentes mais graves, dois deles foram responsáveis por quase 14% das mortes registradas pela PRF. Em Goiás, na BR-070, no município de Montes Claros de Goiás, quatro adultos e três adolescentes morreram na noite de domingo (6), quando uma caminhonete invadiu a pista contrária e bateu de frente com uma picape. Os veículos pegaram fogo.

Em Grão Mogol, norte de Minas Gerais, na sexta-feira (4), um acidente entre um caminhão cegonheira e um carro de passeio matou seis pessoas da mesma família. O caminhão trafegava na BR-251 quando invadiu a contramão e colidiu com o veículo. Dois adultos, dois adolescentes e duas crianças, que ocupavam o carro, morreram no local.

Agência Brasil 

Outras Notícias

PUBLICIDADE