Sobe para oito o número de mortos após rompimento de barragens

Sobe para oito o número de mortos após rompimento de barragens

Enxurrada de lama foi gerada pelo rompimento de barragens em Mariana (Foto: CHRISTOPHE SIMON / AFP)

Dois corpos foram resgatados em Bento Rodrigues na noite de terça-feira, e encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Mariana (MG). Com isso, subiu para oito o número de mortos na tragédia — quatro vítimas já foram identificadas.

Dos corpos identificados, três são de prestadores de serviço da Samarco e o outro, de uma menina de 5 anos. Como há vítimas não identificadas, 21 nomes continuam na lista de pessoas desaparecidas: 11 são funcionários e 10, pessoas cujos nomes foram informados por familiares. Em hotéis de Mariana estão hospedados 637 desabrigados.

Em nota, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais informou que está distribuindo medicamentos e insumos para a população, além de vacinas para quem teve lesões. Não há mais pacientes internados no Hospital João XXIII. Dos seis que estavam lá, três tiveram alta e três foram transferidos para o Hospital Monsenhor Horta e para a Santa Casa de Ouro Preto.

O temor do rompimento de uma terceira barragem de contenção de rejeitos da mineradora Samarco, forçou a evacuação de mais famílias da região, informou o governo do Estado de Minas Gerais.

*Estadão Conteúdo

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE