Temporal de granizo atinge o Rio Grande do Sul e danifica casas

Temporal de granizo atinge o Rio Grande do Sul e danifica casas

Granizo mudou a paisagem em Cachoeira do Sul (Foto: Milos Silveira/Jornal O Correio)

O temporal previsto para a tarde desta quarta-feira (14) acabou se confirmando. Em diversos pontos do Rio Grande do Sul, a chuva veio acompanhada por granizo. As regiões Central e Metropolitana foram as mais atingidas. A cidade de Sapucaia do Sul, localizada a 20 quilômetros de Porto Alegre, registrou volume intenso de pedras de gelo.

No interior de Restinga Seca, na Região Central, pelo menos nove comunidades foram atingidas pelo temporal de granizo. O prefeito do município, Mauro Schünke, afirmou que as pedras tinham o tamanho de ovos de galinha e caíram nas localidades de Jacuí, Pedregulho, Passo das Tunas, Bom Retiro, Aparecida, Campo Novo, Boqueirão da Estiva, Araçá e Espigão. A cidade já tinha assinado decreto de situação de emergência mesmo antes da chuva de granizo. E os estragos com as chuvas já eram de R$ 8 milhões.

Outro município bastante atingida foi Cachoeira do Sul, também na Região Central do Estado (assista no vídeo abaixo). Segundo a Defesa Civil, pelos menos 100 casas foram atingidas principalmente na região rural de Enforcados. As pedras perfuraram telhados e destruíram lavouras.

Os municípios de Esteio e Sapucaia do Sul, na Região Metropolitana de Porto Alegre, também foram bastante atingidos pela chuva de granizo. Por conta da força das pedras, parte do Hospital Municipal Getúlio Vargas (HMGV), em Sapucaia do Sul, foi destelhado. Entre as áreas atingidas está a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), conforme a assessoria de imprensa da casa de saúde.

Devido a queda da cobertura e aos alagamentos, os pacientes precisaram ser realocados dentro de outras unidades do HMGV. Já houve transferência de internos para o Hospital São Camilo, em Esteio, cidade vizinha de Sapucaia do Sul. Entretanto, até o momento não foi informado o total de pacientes afetados. Há a possibilidade de ocorrer remoções para o Hospital de Tramandaí, no Litoral Norte, da mesma rede do HMGV.

Também há registros de granizo em São Leopoldo e Parobé, no Vale do Sinos. A Defesa Civil do Rio Grande do Sul pretende distribuir lonas já na noite desta quarta-feira para as cidades atingidas na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Para quinta-feira (14), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê a possibilidade de nova queda de granizo, junto com chuva, de moderada a forte, trovoadas, e rajadas de vento entre (60km/h a 90 Km/h) em áreas isoladas do Rio Grande do Sul.

50 mil atingidos

Chegou a 60 o número de cidades atingidas pela chuva nos últimos dias no Rio Grande do Sul, conforme boletim divulgado no final da tarde desta quarta-feira (14) pela Defesa Civil. Os municípios de Agudo, Caçapava e Dona Francisca, situados na Região Central do estado, foram acrescentados à lista.

Segundo o boletim, quase 10 mil pessoas tiveram de sair de suas residências devido ao mau tempo, sendo 6.097 desalojadas, que foram para residências de amigos ou familiares, e 3.541 desabrigadas, que estão em locais públicos. As chuvas afetaram um total de 50.536 moradores, e 10.319 residências.

G1Rio Grande do Sul

Outras Notícias

PUBLICIDADE