Último suspeito de planejar ataque durante a Olimpíada é preso no Mato Grosso

Último suspeito de planejar ataque durante a Olimpíada é preso no Mato Grosso

Foto: Diego Vara / Agencia RBS

A Polícia Federal (PF) prendeu, neste domingo, o 12º suspeito de planejar um ataque durante a Olimpíada do Rio de Janeiro. O último mandado de prisão em aberto da Operação Hashtag foi cumprido no Mato Grosso — o procurado foi localizado pela Polícia Militar na cidade de Comodoro, a 656 km de Cuiabá.

A PF não divulgou o nome do suspeito, e informou que ele será ouvido e depois encaminhado a um presídio federal. Os horários e locais não foram divulgados por questões de segurança.

Dez pessoas já haviam sido presas na manhã de quinta-feira. A captura dos suspeitos ocorreu em 10 Estados, com prisões no Paraná, São Paulo e Rio Grande do Sul, entre eles. Na sexta-feira, um foragido se entregou na cidade de Vila Bela da Santíssima Trindade, a 562 km de Cuiabá. 

A ação foi organizada pela Divisão Antiterrorismo da Polícia Federal, e, as prisões, ordenadas pela 14ª Vara Federal de Curitiba. O juiz Marcos Josegrei da Silva determinou a ação porque interpretou que os suspeitos agem como uma célula do Estado Islâmico no país. Eles teriam jurado fidelidade ao grupo e encomendaram armas no Paraguai.

As informações foram obtidas a partir das quebras de sigilo de dados e telefônicos e revelaram indícios de que os investigados "preconizam a intolerância racial, de gênero e religiosa, bem como o uso de armas e táticas de guerrilha para alcançar seus objetivos", assinalou nota da Justiça Federal. 

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE