"Minha primeira palavra ao povo brasileiro é confiança", diz Temer em pronunciamento após a posse

Foto: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO / ESTADÃO CONTEUDO

Em seu pronunciamento após assumir como presidente interino, no final da tarde desta quinta-feira, no Palácio do Planalto, o peemedebista Michel Temer destacou que a prioridade será reequilibrar as contas públicas, incluindo o corte de ministérios, mas destacou que vai manter e aprimorar os programas sociais, como Prouni e Minha Casa Minha Vida. Temer também disse que é urgente fazer um governo de pacificação e de salvação nacional, e buscou acalmar a população:

— Minha primeira palavra ao povo brasileiro é a palavra confiança — disse, salientando que expressa confiança na vitalidade da democracia e na recuperação da economia.

Ele ainda declarou "seu respeito institucional à presidente Dilma Rousseff".

A cerimônia começou com meia hora de atraso, em um Salão Leste do Palácio do Planalto lotado, contando com pouca pompa e bastante dinamismo. Temer abraçou o senador e presidente nacional do PSDB Aécio Neves e rapidamente os novos ministros tomaram posse. Sete ministros são do PMDB. O ministério de Temer também contempla nomes do PP, do PSDB, do PSD, do DEM, do PRB, do PTB, do PSB e do PR. Em seguida, começou seu discurso do presidente interino.

Enquanto isso, houve confusão com manifestantes pro-Dilma em frente ao Palácio do Planalto, que tentaram subir a rampa. Seguranças agiram com spray de pimenta.

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE