Candidatos que concorrerão em 2016 ganham mais seis meses de prazo para filiações

Novas regras alteram prazo que encerraria nesta sexta-feira

Candidatos que concorrerão em 2016 ganham mais seis meses de prazo para filiações

Foto: Divulgação (Reprodução Internet)

Candidatos que pretendem concorrer nas eleições de 2016 ganharam mais tempo para aderir a algum partido. A reforma política, sancionada nessa terça-feira pela presidente Dilma Rousseff, alterou o prazo previsto pela Justiça Eleitoral. Até então, as filiações deveriam ser feitas pelo menos um ano antes do pleito, ou seja, o prazo se encerraria nesta sexta-feira. Com a mudança, a obrigatoriedade passou para seis meses – agora, 2 de abril de 2016.

O prazo se estende também para a entrega, pelos partidos, da lista de candidatos. Até 14 de abril, as siglas devem submeter a lista fechada à Justiça Eleitoral. São dois prazos próximos, porém distintos. O eleitor se filia até dia 2 de abril ao partido, e a sigla apresenta a nova lista de filiações à Justiça Eleitoral até o dia 14. Neste intervalo, o partido ainda pode revisar a lista ou incluir novos filiados, que não disputarão o pleito.

As alterações foram confirmadas pela assessoria de imprensa do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), já que o TRE-SC (Tribuna Regional Eleitoral) ainda aguarda a oficialização dos novos prazos pelo órgão superior.

Notícias do Dia 

Outras Notícias

PUBLICIDADE