Deputados fazem acordo e aprovam projeto que libera fosfoetanolamina

Deputados fazem acordo e aprovam projeto que libera fosfoetanolamina

Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados

Apesar do anúncio da oposição de obstrução completa da pauta da Câmara e do Senado enquanto não for instalada a comissão de impeachment da presidente Dilma Rousseff, os deputados federais aprovaram, em sessão na noite desta terça-feira, o projeto de lei que autoriza o uso e distribuição da fosfoetanolamina sintética, droga utilizada no combate ao câncer, ainda que não tenha eficácia comprovada.

Como a pauta é de interesse da área da saúde, as bancadas de oposição aceitaram um acordo para votar apenas essa proposta. Ela foi aprovada em votação simbólica e, agora, segue para análise do Senado. Terminada essa apreciação, voltou a prevalecer a obstrução da pauta e nada mais foi votado.

A fosfoetanolamina sintética foi criada a partir de pesquisas na Universidade de São Paulo (USP), mas não é liberada pela Anvisa. O projeto de lei surgiu para resolver esse entrave legal.

Também para esta terça-feira, estava prevista uma sessão do Congresso, quando Câmara e Senado se reúnem para votar conjuntamente. Mas houve decisão de cancelar a reunião do colegiado. 

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE