Lula depõe por duas horas a procuradores da Lava Jato em Brasília

Ex-presidente deu depoimento na sede da Procuradoria Geral da República.

Lula depõe por duas horas a procuradores da Lava Jato em Brasília

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Marcos Alves / Agência O Globo 04-04-2016)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva depôs na tarde desta quinta-feira (7), na Procuradoria Geral da República, em Brasília, no âmbito da Operação Lava Jato, que apura desvios de recursos da Petrobras e de empresas estatais.

Na quarta-feira, Lula tentou marcar outra data, mas os procuradores não concordaram, e o ex-presidente compareceu à sede da PGR.

Em 4 de março, Lula já havia prestado, em São Paulo, um depoimento no contexto da Operação Lava Jato. Na 24ª fase, batizada de Aletheia, o ex-presidente foi conduzido pela Polícia Federal para dar esclarecimentos sobre suspeitas de que teria recebido vantagens indevidas do esquema de desvios da Petrobras.

Os policiais levaram Lula de seu apartamento, em São Bernardo do Campo (SP), até uma sala do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

Segundo a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, há indícios de que empreiteiras beneficiaram o ex-presidente, o PT e seus parentes. Lula nega as suspeitas.

No último dia 31, o plenário do Supremo Tribunal Federal reafirmou decisão do ministro Teori Zavascki, que determinou a transferência, do juiz federal Sérgio Moro para o STF, de todas as investigações que envolvam o ex-presidente.

Com a decisão, os autos ficam sob responsabilidade do STF, que analisará o que deve permanecer sob investigação da Corte e o que deverá ser remetido de volta para a primeira instância, por envolvimento de pessoas sem prerrogativa de foro.

As apurações tratam, por exemplo, da suspeita de que construtoras envolvidas em corrupção na Petrobras prestaram favores ao ex-presidente na reforma de um sítio em Atibaia (SP) e de um tríplex em Guarujá (SP).

G1

Outras Notícias

PUBLICIDADE