Manifestações a favor do impeachment ocorrem neste domingo

Deputados votam neste domingo se abrem, ou não, processo contra Dilma. Também há protestos contra o impeachment ocorrendo em cidades do país.

Manifestações a favor do impeachment ocorrem neste domingo

Manifestação SC: em Canoinhas, grupo protesta a favor do impeachment (Foto: PM/Divulgação)

Manifestações a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) ocorrem neste domingo (17) pelo país. Os deputados federais votam se abrem, ou não, o processo contra a presidente em sessão marcada para começar nesta tarde na Câmara.

Há atos a favor do impeachment nos estados AL, MG, MS, PA, RJ, RS, SC e SP, além do Distrito Federal.

Também há manifestações contra o impeachment de Dilma ocorrendo em cidades do país.

Municípios como o Rio de Janeiro e Brasília têm esquema especial de segurança para evitar confronto entre grupos de posições contrárias – eles não podem se manifestar nos mesmos locais.

Na capital federal, um alambrado divide os espaços destinados a cada grupo.

Veja a situação em cada estado e no DF:

ALAGOAS
Pessoas que são a favor do impeachment da presidente se reúnem na Praça Gogó da Ema, na orla da Ponta Verde, em Maceió, neste domingo. Integrantes do Movimento Brasil convocaram manifestantes para acompanhar a votação na Câmara por meio de um telão.

"Nós trouxemos um trio [elétrico] de alta potência, com som diferenciado. Na programação, terá bandas como Bora Bora, Toninho Antunes e Cannibal", disse um dos organizadores, Henrique Arruda.

DISTRITO FEDERAL
Na via atrás da Esplanada dos Ministérios, manifestantes favoráveis ao impeachment da presidente Dilma Rousseff levaram dois carros de som. Às 12h, um deles já estava tocando sambas e pagodes com letras contra Dilma.

O juiz Sérgio Moro ganhou uma versão gigante como super-homem inflável na manifestação. O boneco tem cerca de sete metros de altura. Devido ao calor, muitos manifestantes sentaram aos pés do boneco inflável para ficar à sombra.

MATO GROSSO DO SUL
Manifestantes a favor do impeachment permanecem em frente ao Ministério Público Federal (MPF), na avenida Afonso Pena, uma das principais de Campo Grande. O grupo, que permaneceu 31 dias acampado, convida os motoristas a acompanharem a votação no local. Na noite anterior, eles realizaram vigília e um churrasco.

MINAS GERAIS
Poços de Caldas: concentração aconteceu na Praça Pedro Sanches, no Centro da cidade. Com camisetas nas cores da bandeira do Brasil, os participantes percorreram as principais ruas do Centro da cidade e pararam varias vezes para cantar o hino nacional. Segundo a organização, o ato reuniu cerca de mil pessoas.  A PM não havia divulgado o número de participantes até as 13h.

Pouso Alegre: manifestantes se reuniram na Praça Senador José Bento e percorreram as principais ruas da cidade. Segundo os organizadores do ato, cerca de 6 mil pessoas se reuniram a favor do impeachment. Já a Polícia Militar disse que a movimentação reuniu 1,5 mil pessoas na cidade.

Uberaba: na cidade do Triângulo Mineiro, um grupo de aproximadamente 280 pessoas, segundo organizadores, foram para a Avenida Leopoldino de Oliveira em passeata pró-impeachment. Vestidos de roupas verde e amarelo, os manifestantes seguem atrás de um carro de som e utilizaram cartazes, bandeiras e faixas. A Polícia Militar acompanha o ato.

Varginha: manifestantes se concentraram na Praça do ET, também vestindo roupas com as cores da bandeira do país. Segundo a Polícia Militar, cerca de 50 pessoas participaram. Já os organizadores não informaram o número de presentes.

PARÁ
Um grupo de manifestantes se reúne no Centro de Belém para apoiar o pedido de abertura do impeachment. Segundo o movimento 'Corrente do Bem pelo Brasil', cerca de mil pessoas participam do ato, que iniciou pouco depois das 9h, ocupando parte da praça da República, no bairro de Nazaré.

RIO DE JANEIRO
Cabo Frio: trânsito na orla da Praia do Forte foi fechado por conta da manifestação pró-impeachment. Segundo os organizadores e a Polícia Militar, cerca de 200 pessoas participam do ato.

Petrópolis: Manifestantes estão reunidos na Praça Dom Pedro, no Centro, na Região Serrana do Rio, para apoiar o impeachment. Segundo os organizadores, aproximadamente 70 pessoas estão no local. Estimativa da PM é de 60 pessoas.

Teresópolis: Aproximadamente 20 pessoas, de acordo com a estimativa da Polícia Militar, se reúnem na Praça Olímpica para apoiar o impeachment da presidente.

Volta Redonda: Aproximadamente 800 pessoas, segundo a PM, foram às ruas para protestar a favor do impeachment. De acordo com a organização, cinco mil pessoas participavam da manifestação até as 11h45. Vestindo roupas verde e amarelas e segurando a bandeira do país, elas se concentraram na Praça Brasil, na Vila Santa Cecília e caminharam até o Escritório Central. Eles também pediam o fim da corrupção.


RIO GRANDE DO SUL
Manifestantes favoráveis à saída de Dilma do governo se concentram em um acampamento no Parcão, em Porto Alegre. Integrantes da organização montam a estrutura, que terá dois telões para o acompanhamento da votação. Ainda não há estimativa de público

SANTA CATARINA
São Miguel do Oeste: A Polícia Militar diz que cerca de 70 pessoas participam do ato a favor do impeachment na cidade. O G1 não conseguiu contato com a organização.

Lages e Canoinhas: de acordo com a PM, havia 30 participantes às 11h30 no protesto em Lages. Em Canoinhas, havia 250 pessoas às 11h35, segundo a PM. Ainda de acordo com a Polícia Militar, os dois atos encerraram pouco após às11h30. O G1 não conseguiu contato com a organização das duas manifestações.

SÃO PAULO
Na capital paulista, os manifestantes a favor do impeachment se reúnem na Avenida Paulista. Sob forte calor, pessoas usavam roupas de pato e faziam selfies com o público na Paulista nesta manhã.

Arujá: Os manifestantes pró-impeachment se reuniram por volta de 11h em uma praça na Avenida Amazonas, na região central, e saíram em caminhada pelas ruas. De acordo com a organização, são cerca de 60 manifestantes. Não há policiais e nem guardas de trânsito no local.

Avaré: manifestantes se concentraram às 10h30 no Largo São João. Carregando faixas e bandeiras do Brasil, eles cantaram o Hino Nacional e saíram em passeata pelas ruas da cidade. O ato foi pacífico e durou aproximadamente 1h30. Segundo os organizadores e a Polícia Militar, cerca de 500 pessoas participaram da passeata.
Franca: cerca de 3,5 mil participaram de um protesto a favor do impeachment da presidente. Segundo o grupo Inconformados Francanos, organizador do ato, a mobilização durou duas horas. A PM estima que 2 mil pessoas participaram da manifestação pela manhã.

Indaiatuba: a manifestação a favor do impeachment começou às 10h com concentração no Parque Ecológico da cidade. Moradores participaram de um caminhada pacífica dentro do próprio Parque Ecológico. O ato acabou por volta das 12h. Os organizadores falam em 2,5 mil pessoas no protesto. A PM não divulgou o número de participantes.

Itapeva: segundo informações da Polícia Militar, 80 pessoas se concentraram na Praça Zico Campolim, no Centro da cidade. Os organizadores do movimento estimam o número em 300 pessoas. Os manifestantes começaram a concentração às 11h. A maioria vestia camisas com as cores verde e amarela e carregava bandeiras do Brasil. A passeata seguiu pelas ruas centrais da cidade e terminou por volta das 12h20, quando o grupo se dispersou.

Jaú: O grupo começou a concentração por volta das 10h30, no Centro da cidade. Segundo os manifestantes, 1200 pessoas participam do ato. A Polícia Militar não estimou o público. As pessoas gritam palavras de ordem contra o governo e carregam faixas. O grupo seguiu em passeata até a sede da prefeitura. A PM acompanha o ato, que segue pacífico.

Piracicaba: vestidos de verde e amarelo e com balões nas mãos, um grupo de manifestantes a favor do impeachment de Dilma Rousseff se reuniu na Praça José Bonifácio, no Centro de Piracicaba, na manhã deste domingo (17). Cerca de 1,5 mil participantes estiveram no ato, segundo os organizadores. A Guarda Municipal estimou 1 mil pessoas.

São Carlos: Manifestantes favoráveis ao impeachment da presidente começam a se reunir na Praça do Mercado Municipal, no Centro de São Carlos, na manhã deste domingo (17). O ato é coordenado pelo grupo Vem Pra Rua, conta com carro de som e pede também transparência nas operações do BNDES e proteção à Operação Lava-Jato.

São José dos Campos: Manifestantes se reúnem na Praça Afonso Pena. Segundo a organização do protesto, 1.000 pessoas se reuniram na Praça Afonso Pena. A Polícia Militar estima cerca de 80 pessoas. Segundo a PM, a manifestação é pacífica.

g1

Outras Notícias

PUBLICIDADE