Michel Temer diz em Florianópolis que PMDB terá candidato próprio à presidência em 2018

Na entrevista coletiva que concedeu na tarde desta quinta-feira, 28, em Florianópolis, o vice-presidente Michel Temer (PMDB) disse que seu partido está comprometido em garantir a governabilidade do governo de Dilma Rousseff, mas que terá candidato próprio na eleição presidencial de 2018.

– O PMDB tem o direito de se manifestar e propor soluções para o país. É o que a caravana da união está fazendo. Estamos pensando nessa unidade em 2018, que eu asseguro que o PMDB terá um candidato próprio à presidência da república – afirmou Temer.

O vice-presidente da República desembarcou na capital catarinense com 40 minutos de atraso - sua chegada estava prevista para as 15h30. Ele foi recebido por lideranças estaduais do PMDB, como o vice-governador Eduardo Pinho Moreira e o deputado federal Mauro Mariani.

O primeiro compromisso do grupo foi na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, onde ocorreu uma reunião privada no gabinete do deputado estadual Gean Loureiro.

– A presença dos líderes do PMDB de Santa Catarina aqui hoje é um sinal de que estamos apoiando o vice-presidente – disse Pinho Moreira.

– A natureza do PMDB é de um partido dividido, mas apoiamos juntos o movimento nacional pela união – afirmou Mariani. 

Pela agenda oficial da visita, depois da coletiva o vice-presidente da República se reuniria com empresários e representantes do setor produtivo do Estado na sede da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc). 

A agenda corrida de Temer tem um último compromisso às 19h com prefeitos, vereadores, pré-candidatos e demais integrantes do PMDB no hotel Cambirela. Em seguida retorna para Brasília. 

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE