PGR apresenta nova denúncia na Operação Lava Jato

Acusação foi feita dentro de inquérito sobre o ex-deputado João Pizzolatti. Como o caso corre em sigilo, a acusação não foi divulgada pela PGR.

A Procuradoria Geral da República enviou nesta quarta-feira (30) ao Supremo Tribunal Federal (STF) nova denúncia contra sete políticos na Operação Lava Jato. A acusação, em segredo de Justiça, é resultado de inquérito instaurado sobre o ex-deputado federal João Pizzolatti (PP-SC).

Trata-se da oitava denúncia apresentada ao STF sobre o esquema de corrupção na Petrobras. Como o caso de Pizzolatti corre em sigilo, a acusação não foi divulgada pela PG.

Segundo apurou o site G1, Pizzolatti foi acusado de corrupção passiva e ocultação de bens. Foram denunciados pelos mesmos crimes o ex-deputado federal Mário Negromonte (PP-BA) e os atuais deputados federais Luiz Fernando Ramos Faria (PP-MG), José Otávio Germano (PP-RS), Roberto Pereira de Britto (PP-BA) e Arthur Lira (PP-AL).

Além desses crimes, a PGR também atribui ao deputado federal Mário Negromonte Júnior (PP-BA) a acusação de organização criminosa e embaraço à investigação.

Com as novas acusações, até agora foram apresentadas 8 denúncias ao Supremo, com 27 pessoas, entre elas 11 deputados e senadores.

Leia o que disseram os denunciados:

- João Pizzolatti Júnior: a defesa preferiu não comentar.

- Mário Negromonte: afirma que não há, no inquérito, indícios concretos que possam subsidiar denúncia contra ele.

- José Otávio Germano: a defesa do deputado disse que só irá se pronunciar nesta quinta (31).

- Mário Negromonte Júnior: procurada, a assessoria de Mário Negromonte Júnior não respondeu.

- Luiz Fernando Ramos de Faria: a defesa do deputado disse que só irá se pronunciar nesta quinta (31).

- Roberto Britto: A defesa do deputado alega que o parlamentar é inocente e que vai provar o equívoco do procurador-geral ao incluí-lo na denúncia.

- Arthur de Lira: a defesa do deputado afirmou que ainda não tomou conhecimento do teor das acusações e, por isso, não irá comentar a denúncia.

G1SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE