Dilma reúne ministros e acerta estratégias para "zika day"

Dilma reúne ministros e acerta estratégias para

Foto: Marvin Recinos / AFP

A presidente Dilma Rousseff acertou nesta quarta-feira com vários ministros a logística para o novo "zika day", que será realizado nesta sexta-feira, em escolas públicas de todo o país. Será mais um dia de conscientização da população, desta vez usando a capilaridade das escolas públicas com o objetivo de atingir cerca de 60 milhões de pessoas.

A presidente Dilma Rousseff visitará o Colégio Alfredo Vianna, em Juazeiro, na Bahia. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, vai a Fortaleza. O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, visitará uma escola no Distrito Federal, assim como o ministro da Saúde, Marcelo Castro, e do Planejamento, Valdir Simão. O presidente do Banco do Brasil também participará da mobilização e vai a João Pessoa, na Paraíba.

Na reunião desta quarta-feira, os ministros unificaram o discurso porque será necessário usar uma linguagem mais didática para as palestras que serão proferidas, já que o alvo serão as crianças. O governo quer fazer um "arrastão da educação" contra o vírus zika.

O ministro Mercadante já conversou com vários governadores, prefeitos das principais das capitais e alguns secretários estaduais e municipais, para que eles participem da operação de esclarecimento da população para a necessidade de promover uma limpeza completa em suas casas para eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti.

Na reunião convocada pela presidente, nesta quarta, no Planalto, estavam presentes os ministros da Casa Civil, Jaques Wagner, interino da Saúde, Agenor àlvares, da Integração, Gilberto Occhi, da Educação, Mercadante, do Desenvolvimento Social, Tereza Campelo, da Defesa, Aldo Rebelo, do Planejamento, Valdir Simão, e da Comunicação Social, Edinho Silva. Marcelo Castro compareceu também à reunião, como deputado. Ele retoma nesta quinta-feira o seu posto.

Diário Catarinense 

Outras Notícias

PUBLICIDADE