Comércio de SC tem retração de 3,14% nas vendas de Natal

Comércio de SC tem retração de 3,14% nas vendas de Natal

Daniel Conzi / Agencia RBS

Conforme as pesquisas de intenção de compras já apontavam, as vendas de Natal do comércio catarinense sofreram retração em comparação ao ano passado. O volume de vendas caiu 3,14% em relação a 2015, ano que já havia apresentado queda, de 3,36%. As informações são do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC/SC) da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina (FCDL), que mensura as vendas no crediário e com cheques pré-datados. 

— O índice de confiança do consumidor ainda está muito abaixo do necessário para que volte a comprar como em anos anteriores. A preocupação com a manutenção dos empregos e o impacto da diminuição de renda ainda são muito presentes - analisa Ivan Tauffer, presidente da FCDL/SC. 

Tauffer acredita que janeiro pode atenuar os resultados negativos, quando há liquidações nas lojas e a vinda de milhares de turistas para o Estado. Em Florianópolis, janeiro é o segundo melhor mês do ano para o comércio, de acordo com o vice-presidente da CDL da Capital,  Lidomar Bison.

Uma das esperanças de Tauffer para a retomada do consumo em 2017 está nas medidas anunciadas na última semana pelo governo federal, que preveem, entre outras coisas, a possibilidade do saque do FGTS de contas inativas

Desempenho fraco também no país

Em nível nacional, as vendas de Natal em lojas de shopping caíram 3% na comparação com igual período do ano anterior, segundo a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop). Para a instituição, as famílias gastaram menos por conta de fatores como a restrição no acesso ao crédito, taxas de juros elevadas e desemprego.

Segundo a Alshop, o gasto médio dos brasileiros com presentes de Natal caiu cerca de 5% este ano ante 2015.

Na semana que antecedeu o Natal, as vendas a prazo também diminuíram, em 1,46%, segundo o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). 

Diário Catarinense

Outras Notícias

PUBLICIDADE