Anac autoriza Fatma a utilizar drones

A Fundação do Meio Ambiente (Fatma) recebeu no início do mês a autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para usar Veículos Aéreos Não Tripulados (VANTs), conhecidos popularmente por drones. Os equipamentos vão agilizar o trabalho dos técnicos no licenciamento e fortalecer a fiscalização contra crimes ambientais. “É uma conquista para a Fatma. Todo o processo para a utilização dos VANTs foi feito dentro da legalidade e das regras da Anac”, afirma o presidente da Fatma, Alexandre Waltrick Rates.

Com a autorização, a Fatma vai comprar os equipamentos e habilitar os usuários. Na primeira fase, para treinamento, serão adquiridos quatro drones, mas o projeto prevê que cada uma das 16 coordenadorias da fundação no Estado terá um equipamento e duas pessoas capacitadas para o uso. Ao todo, cerca de 50 pessoas receberão treinamento para pilotar e monitorar as imagens produzidas pelos VANTs. “Vamos adquirir equipamentos com sensores infravermelho e termal que poderão ser utilizados na identificação de focos de incêndio, caça ilegal, invasões de espécies nativas e também para senso de fauna”, explica o auditor ambiental e responsável pelo projeto, Mario Henrique Vicente. A equipe responsável pelos estudos é formada por 12 servidores internos da Fatma. 

O investimento para a fase inicial do projeto deve ser de R$ 150 mil. Entre as especificações da autorização da Anac, os VANTs da Fatma deverão voar no máximo em uma altura de 120 metros e podem pesar até 25 quilos. Todos os usuários têm que ter mais de 18 anos e atender os requisitos exigidos pela agência. A expectativa é que os primeiros VANTs estejam em uso no final do primeiro semestre de 2017. 

Fundação do Meio Ambiente (Fatma)

Outras Notícias

PUBLICIDADE