Incêndio atinge casa noturna de Florianópolis

Incêndio atinge casa noturna de Florianópolis

Cristiano Estrela / DC

Um incêndio atingiu a boate 1007, no Centro de Florianópolis, na manhã desta quinta-feira. A ocorrência, classificada incêndio em estágio inicial pelos Bombeiros, teria começado por problemas em um aparelho de ar-condicionado e foi controlada às 7h30, cerca de 30 minutos após a guarnição ser acionada por uma funcionária da casa noturna. Bombeiros e perícia estão no local. Não há registro de feridos. 

Os Bombeiros informaram que uma funcionária de limpeza da casa noturna ligou para o Cobom às 7h04 relatando que viu chamas de cerca de 50 cm de altura no piso inferior do estabelecimento. As guarnições dos Bombeiros chegaram no local minutos depois e controlaram o incêndio considerado ainda em estágio inicial. Não há registro de feridos e os Bombeiros ainda comunicaram que a casa noturna possui todos os alvarás de segurança para funcionamento.

Uma festa foi realizada no local na noite de quarta-feira e se estendeu pela madrugada de hoje. No entanto, proprietários do estabelecimento comunicaram que não havia mais clientes no local no momento da ocorrência, que teria começado por problemas em um aparelho de ar-condicionado do piso inferior. 

— O que sabemos até o momento é que o problema foi em um ar-condicionado, mas os Bombeiros conseguiram controlar o fogo rapidamente. Vamos aguardar a perícia e depois avaliar o que podemos fazer. O mais importante é que ninguém se feriu e nosso sistema de segurança funcionou — afirma Thiago Mann, proprietário da boate 1007.

A comandante de área dos Bombeiros, tenente Natália Cauduro da Silva, confirma que as chamas foram concentradas em um espaço do salão onde há um ar-condicionado, mas conta que os bombeiros devem aguardar o resultado da perícia:

— Em menos de cinco minutos as chamas foram controladas. Na região há um ar-condicionado e o revestimento no entorno é de metal, então o fogo não se alastrou, mas tinha mutia fumaça. Por isso, o procedimento adotado pela funcionária que avisou o Cobom foi correto. Ela saiu logo após avistar as chamas. 

Diário Catarinense

Outras Notícias

PUBLICIDADE