150 agentes fazem pente-fino em presídio e penitenciária de Joinville

Familiares de presos chegaram a fazer manifestação nesta quarta (25). Mobilização é para evitar rebeliões e recolher objetos ilícitos, diz Deap.

150 agentes fazem pente-fino em presídio e penitenciária de Joinville

Foto: Cristiano Zeno Holdefer/RBS TV

O Presídio Regional e a Penitenciária Industrial de Joinville passam por uma operação de pente-fino nesta quarta-feira (25). Conforme o Departamento de Administração Prisional (Deap), 150 agentes foram deslocados para a revista. Houve manifestação de familiares dos detentos em frente ao complexo prisional.

De acordo com o Deap, a operação é preventiva e busca retirar materiais ilícitos de dentro das unidades, além de realizar ações para prevenir rebeliões. Até a publicação desta notícia, não havia balanço de apreensões ou registros de feridos, informou o governo.

A operação começou por volta das 6h. Mais de 50 carros entraram no presídio. Cavalaria de Polícia Militar, os bombeiros e o Samu também foram acionados.

Ainda segundo a Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC), também ocorrem inspeções e auditorias internas. Segundo o governo, esse procedimento é feito desde janeiro em outras unidades do estado.

O Deap diz que as ações são feitas com acompanhamento do Ministério Público estadual (MPSC) e Poder Judiciário. Segundo o órgão, não foram registrados incidentes.

Mobilização de famílias

As visitas foram canceladas. Os familiares que passaram a manhã do lado de fora ficaram apreensivos. Eles chegaram a trancar a rua em frente ao Complexo Prisional e pediam a presença do juiz da vara de execuções penais de Joinville, João Marcos Buch, no local.

A direção do presídio informou que vai se comprometer a mantê-los informados sobre o andamento da operação.

G1SC

Outras Notícias

PUBLICIDADE